quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Musicalização Infantil - Instrumentos Musicais

Clique no link :

INSTRUMENTOS

Agora um projeto
13/08/2010
Autor e Coautor(es)
 Núbia Silvia Guimaraes Paiva
imagem do usuário
UBERLANDIA - MG Universidade Federal de Uberlândia

Rita de Cássia Roger Mariano
Estrutura Curricular
MODALIDADE / NÍVEL DE ENSINOCOMPONENTE CURRICULARTEMA
Educação InfantilLinguagem oral e escritaPráticas de leitura
Educação InfantilLinguagem oral e escritaPráticas de escrita
Educação InfantilLinguagem oral e escritaFalar e escutar
Dados da Aula
O que o aluno poderá aprender com esta aula
  • Desenvolver a atenção e a percepção auditiva;
  • Ampliar a percepção auditiva;
  • Aguçar o raciocínio rápido;
  •  Ampliar ou desenvolver o gosto pela música;
  • Sensibilizar - se para a possibilidade de reciclar;
  • Ampliar sua criatividade.
Duração das atividades
4 horas aulas
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Tenha sempre o hábito de cantar e brincar com as crianças.
Estratégias e recursos da aula
Primeiro Momento:
Brinque com as crianças de uma brincadeira chamada “Onde está o meu par?”. Para brincar é preciso organizar as crianças em pares. Cada par deve combinar um som ou uma palavra como: au-au; miau-miau; Tum-tum; pipoca; amigo; piuiiii ou outro som para se identificarem. Depois que eles já tiverem combinado, separe os pares: um deve participar da roda e o outro, ficar no interior do circulo. Coloque uma venda nos olhos das crianças que estão dentro do círculo. Depois que as crianças que estão dentro do círculo já estiverem de olhos vendados, peça que as que estão formando o círculo mudem de lugar. A um sinal seu, as crianças que estão na roda sem os olhos vendados devem emitir os sons combinados com o colega, todos ao mesmo tempo. As crianças que estão com os olhos vendados devem caminhar em direção aos seus respectivos pares, orientando-se pelo som do seu par. Repita a brincadeira invertendo os pares.
Segundo Momento: 
Depois que terminar a brincadeira faça uma rodinha e converse com as crianças sobre a atividade. Como foi para elas encontrarem o som feito pelo colega?  Foi fácil ou difícil? Gostaram da atividade? Proponha que façam um registro em forma de desenho retratando a brincadeira. Exponha as atividades no mural da sala.
Terceiro Momento:
Peça às crianças por meio de um bilhete à família que levem para a escola, copos de iogurte vazios em diferentes formatos, latinhas de refrigerantes vazias, caixa de fósforos, garrafas pets pequenas etc. Coloque todos esses objetos no centro da rodinha e peça às crianças que escolham apenas um dos objetos. Disponibilize diferentes materiais – arroz, milho, feijão, pedrinhas, sementes – para que as crianças coloquem dentro de seu recipiente. Novamente, cada criança deverá escolher apenas um dos materiais. Depois que todos já tiverem escolhido e colocado dentro dos recipientes o material, tampe ou lacre com fita adesiva. No caso dos copinhos de iogurte, serão necessários dois para se formar o instrumento. Depois de lacrado explore com as crianças o som que cada um consegue extrair de seu objeto. Converse sobre as diferenças produzidas e instigue as crianças a perceberem que, de acordo com o objeto/recipiente e com o material colocado dentro o som sai diferente. Depois de explorar bem em sala deixe que as crianças levem sua produção para casa. Você pode utilizar: copos de iogurtes vazios, garrafas de suco, garrafas de refrigerantes pequenos, latas de achocolatado ou de leite em pó, potes vazios de diferentes formatos, latas de refrigerantes, recipientes feitos de papel, plástico ou metal.

Fonte: http://aprendizagemcolorida.blogspot.com/2009/11/instrumentos-musicais-de-sucatas.html
Acesso em 09/08/2010.
Recursos Complementares
O que é Percepção Auditiva?
A percepção auditiva envolve a recepção e a interpretação de estímulos sonoros através da audição. Nesta percepção identificam-se algumas habilidades como a detecção do som, sensação sonora, discriminação, localização, reconhecimento, compreensão, atenção e a memória, sendo assim parte do processamento auditivo que envolve a investigação do sinal acústico integrando a informação em modelos. Diferente dos nervos ópticos, a audição não suporta estímulos desagradáveis, ou seja, caso o ouvido for exposto a intervalos dissonantes tem-se a impressão de que esta errado, que não é belo ou em casos extremos uma peça dissonante pode causar irritabilidade ao ouvinte.
É importante propor atividades que contemplem a percepção auditiva pois é mais uma oportunidade de desenvolver juntamente com ela, o raciocínio lógico, a memória e a atenção.   Professor, para compreender melhor a importância da percepção auditiva na aprendizagem das crianças, conheça o artigo que traz essa discussão no endereço abaixo:   http://www.alobebe.com.br/site/revista/reportagem.asp?Texto=238
Visite o blog http://aprendizagemcolorida.blogspot.com/2009/11/instrumentos-musicais-de-sucatas.html
 e aprenda mais sobre a construção de instrumentos musicais com sucatas.
Avaliação
Professor observe se seus alunos gostaram das atividades propostas.
 Se conseguiram encontrar os pares na brincadeira? Observe ainda se tiveram atenção e mantiveram a concentração. Ampliaram a percepção auditiva que apresentavam antes desse trabalho?

fonte:  http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=21314


Musicalização infantil - atividades rítmicas com instrumentos


Usando o tambor e o chocalho

tambor é talvez o instrumento musical mais primitivo. Tem a ver com o ritmo de qualquer música, mas também está associado à comunicação entre as pessoas. Lembre-se de que os indígenas africanos se comunicam à distância por tambores. Da mesma forma, o chocalho é outro instrumento de percussão muito importante. Em nossa atividade, vamos fazer as duas coisas: marcar o ritmo e nos comunicar usando o tambor e o chocalho.

Quanto ao tambor, você pode improvisá-lo com um balde, uma caixa de papelão, ou mesmo confeccionar com sucata o seu próprio tambor. Já o chocalho pode ser feito com uma lata de refrigerante cheia de pedrinhas ou grãos de milho. Ou ainda um potinho plástico de iogurte, ou garrafa plástica de bebida láctea. Enfim, use a criatividade para fazer seus instrumentos de percussão usando sucata, aproveitando para reciclar o que seria descartado c omo lixo.

Confeccionados os instrumentos de percussão, você poderá combinar o tambor e o chocalho para fazer diversas atividades interessantes, e, principalmente, utilizá-los na percussão em atividades de musicalização.

Tambor x Palmas

Nesta atividade você tocará compassos no tambor e pedirá para as crianças repetirem os mesmos pulsos, na mesma velocidade, batendo palmas. Primeiro, explique a atividade com toda a calma, certificando-se de que todos entenderam o exercício. Depois, comece a praticar, como se estivesse ensaiando. Toque os compassos, ouça o resultado e, se necessário, faça as devidas orientações.

A seguir, você tornará a atividade um pouco mais complexa. Oriente as crianças para que batam palmas, quando você bater no bumbo, e batam os pés no chão, quando você bater a baqueta na lateral do bumbo. São dois sons bastante diferentes, fáceis de serem intercalados.

Chocalho

Como a brincadeira do bumbo, esta é uma atividade para trabalhar a concentração e a percepção. Você distribuirá chocalhos artesanais para todos os alunos. Depois irá orientá-los da seguinte maneira: o professor tocará o tambor, dando batidas seguidas, sendo que uma delas será mais forte; já os alunos tocarão o chocalho toda vez que o professor bater mais forte.

Mais uma vez, oriente, ensaie e corrija os erros, e, depois, inicie a atividade, de maneira simples no começo, tornando-a mais complexa com o tempo.
Aprimore seus conhecimentos, acessando os cursos da área Educação Infantil, elaborados pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, entre eles o curso Educação Infantil – Musicalização Infantil.
Por Andréa Oliveira.


A música é extremamente importante e presente na vida de qualquer indivíduo, até mesmo antes do nascimento. Os sons, ritmos e pulsos fazem parte do cotidiano e devem ser explorados na educação infantil desde o berçário, pois a música transforma as crianças em indivíduos que usam os sons musicais, que fazem, criam e apreciam música, e finalmente se expandem por meio da música, auxiliando o desenvolvimento e aprimoramento da socialização, alfabetização, inteligência, capacidade inventiva, expressividade, coordenação motora e tato fino, percepção sonora, percepção espacial, raciocínio lógico e matemático, noção estética, entre outros.
Os objetivos centrais da educação musical englobam aspectos do desenvolvimento humano, como:
1. Desenvolvimento da manifestação artística e expressiva da criança
2. Desenvolvimento do sentido estético e ético
 3. Desenvolvimento da consciência social e coletiva/ética
4. Desenvolvimento da aptidão inventiva e criadora
5. Busca do equilíbrio emocional
6. Reconhecimento dos valores afetivos
A musicalização se inicia no lar, através de ferramentas como CD’s, DVD’s, canções, objetos, instrumentos, gravuras, entre outros. Na escola, a mesma deve ocorrer de maneira sutil dentro da rotina, através de músicas cantadas e tocadas, além de sons produzidos e observados no ambiente.
O foco é trabalhar o vínculo e o gosto pela música, bem como oferecer variedade musical, apresentando outros estilos e possibilidades, assegurando a qualidade dos mesmos e também preservando o direito de se expressar e  criticar. Recomenda-se que a teoria musical seja trabalhada mais tarde, entretanto, algumas palavras do vocabulário musical devem ser inseridas nas propostas que envolvem música para que a criança se aproprie destes termos.
Ao invés de dizermos que determinada voz ou som é grosso (a), devemos dizer que é GRAVE. No lugar de fino (a), AGUDO (A) e o meio termo é MÉDIO (A). Logo determinado som ou música não está alto ou baixo, e sim FORTE ou FRACO.
Nomeando corretamente, ampliamos o vocabulário das crianças e instigamos seu interesse pela música e até mesmo pela teoria, futuramente.
SUGESTÕES DE ATIVIDADES PARA MUSICALIZAÇÃO
1 – Construção de instrumentos musicais com sucatas e elementos como: feijão, arroz, metais, tampinhas, líquidos, cordas, linhas, etc.
2 – Roda de música
3 – Canções para marcar momentos na rotina como: acolhimento, sono, alimentação, escovação, hora da história, etc.
4 – Caixa surpresa com objetos que emitem sons diversos
5 – Observação de sons da natureza e presentes nos ambientes
6 – Projetos com músicas clássicas, eruditas, folclóricas, regionais, nacionais,  internacionais, tradicionais,  entre outros.


https://carolcampos.wordpress.com/2011/07/03/musicalizacao-infantil/

Como Fazer Instrumento Musical Sucata: Educação Musical, Foto




Como fazer instrumento musical de sucata

reco-reco-sucata
A volta da música nas escolas foi bem-vinda. A educação musical é fundamenal para uma boa educação e formação do cidadão.
Um dos problemas ainda enfrentados pelos professores com a aula de musicalização é a falta do material de ensino necessário. A maioria das escolas não dispõe dos instrumentos musicais para que os alunos tenham acesso a eles e vivam realmente o momento música único e enriquecedor.
Em uma pesquisa na internet, separamos para você educador, pai de aluno ou pessoa interessada em levar as crianças próximas a você um pouco de educação musical, algumas dicas de como fazer instrumento musical de sucata.
As nossas crianças devem vivenciar música e fazer música, entrando em contato com algum instrumento musical. Esse momento pode mudar a vida de uma criança e cooperar na socialização, interação entre pais e filhos, memorização, trabalhar a atenção, entre outros benefícios que a musicalização traz para os educandos e crianças em geral.
Confira abaixo algumas dicas de como fabricar instrumento musical de sucata:
 Um lindo tambor pode ser feito com potes de sorvete ou lata de leite em pó vazias e sem tampa:
Para o tambor - Você vai cobrir o pote com plástico e prender com fita adesiva. Em seguida você cobre co  um pedaço de tecido e prende-o bem com elástico.
 Baqueta - pegue dois palito de churrasco sem a ponta fina, ou duas vareta de bambú e coloque em uma das pontas de cada palito, uma rolha bem firme ou um chumaço de algodão bem compacto, cobrindo-o com meia de nylon, prendendo firmemente com barbante. Pronto, e só tocar um lindo tambor feito de sucata.
instrumento-musical-lata-sucata
bandinha-sucataPara dicas de aula de educação musical acesse os site do portal do professor: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/



fonte:  http://noticiasnumclick.xpg.uol.com.br/como-fazer-instrumento-musical-sucata-educacao-musical-foto

"MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL"


       O tema: MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL foi o centro das atenções da reunião pedagógica realizada nesta quarta-feira 18 de abril na Secretaria Municipal de Educação e Cultura com a participação das coordenadoras Pedagógicas e coordenadoras da Educação infantil: creches e pré-escolas municipais.




         A música já é um conteúdo obrigatório em toda a Educação Básica, ministrado por professores especialistas ou uni docentes. É o que determina a Lei nº 11.769, de 18 de agosto de 2008, que acaba de entrar em vigor. Cabe aos educadores organizar as aprendizagens fundamentais da linguagem musical para que os alunos construam conhecimento crítico e sensível, para além da vivência de jogos musicais e das aprendizagens da escrita musical - que, evidentemente, integram um bom planejamento do ensino de música até o final do Ensino Fundamental.
           O trabalho na área de música pode (e deve) reunir grande variedade de fontes sonoras.
         Podemos confeccionar objetos sonoros com as crianças, introduzir brinquedos sonoros populares, instrumentos étnicos, materiais aproveitados do cotidiano etc., com o cuidado de adequar materiais que disponham de boa qualidade sonora e não apresentem nenhum risco à segurança de bebês e crianças.

         Durante a reunião os educadores tiveram oportunidade de confeccionar alguns objetos sonoros.
          Foram disponibilizados vários materiais e algumas sugestões para que utilizando a criatividade pudessem produzir e personalizar seu objeto sonoro.  






       Construir instrumentos musicais e/ou objetos sonoros é atividade que desperta a curiosidade e o interesse das crianças.
           Além de contribuir para o entendimento de questões elementares referentes à produção do som e às suas qualidades, à acústica, ao mecanismo e ao funcionamento dos instrumentos musicais, a construção de instrumentos estimula a pesquisa, a imaginação, o planejamento, a organização, a criatividade, sendo, por isso, ótimo meio para desenvolver a capacidade de elaborar e executar projetos.

           (...) - Os objetos têm sons. Estão só esperando para serem usados como instrumentos.
                 - Usar os objetos como se fossem instrumentos? Ora essa!
                 - Por que não? Os sons estão em toda parte. Se a música é feita de sons, por que não pode ser feita com os sons dos objetos? (...)
                                                                       (Hermeto Paschoal)



  



       

          É importante sugerir idéias, apresentar modelos já prontos e também estimular a criação de novos instrumentos musicais.
              As crianças se relacionam de modo mais íntimo e integrado com a música quando também produzem os objetos sonoros que utilizam para fazer música, o que não significa que essas peças devam substituir o contato com instrumentos convencionais, industrializados ou confeccionados artesanalmente.

               Pintar ou decorar os instrumentos também é uma parte importante da atividade. Personalizando os materiais criados, as crianças sentem-se ainda mais motivadas para fazer música com eles – autoras de todo o processo de construção.

Construindo instrumentos com sucata

SONS DA NATUREZA

                        TROMPA DE CONDUÍTE

              Conduíte é aquele tubo usado em construções que serve para proteger e conduzir fios de eletricidade.
              Podemos usar o mesmo tubo para fazer uma trompa: enrole um pedaço do tubo em forma de trompa, prendendo com fita crepe. Você pode colocar em uma das pontas: um cone de linha ou uma parte da garrafa “pet”, (a que fica o bico), para fazer papel de campana. Sopre e ouça os sons produzidos, experimentando inspirar e expirar no tubo.

                            SOM DE PEDRAS

  
Simule o som de pedrinhas e folhas com materiais simples.
Materiais: 30 ou  50 tampinhas plásticas de cores variadas
Fio de náilon
Prego e alicate para furar as tampinhas
Objetivos:
- Estimular a percepção de sons da natureza - Trabalhar a coordenação motora fina
Trabalhar a concentração
1.Fure as tampinhas com o prego aquecido. Passe o fio de náilon no meio delas.
2.Amarre o fio e movimente a peça como um chocalho.
3.O resultado é parecido com o som de andar em pedrinhas ou manuseá-las.
                   Sapato Musical
                
              Proponha o desafio de usar os chocalhos nos pés, chamando a brincadeira de “sapato musical”. Para isso, faça dois chocalhos e prenda na lateral externa de cada sapato da criança com dois elásticos. Peça que elas percebam os sons diferentes a cada movimento dos pés.
                   Os chocalhos nos pés proporcionam a sonorização do movimento natural e contribuem para a coordenação motora. Imagine dançar Catira (dança do folclore brasileo) com os chocalhos nos pés.  
DEPOIS DE TUDO PRONTO...
...foi uma alegria acompanhar uma música com os objetos sonoros construídos.
   
  
 
            Com disposição, interesse, curiosidade e criatividade, educadores e crianças poderão montar um acervo de materiais sonoros, sempre em dinâmica transformação.
                                                           ***
           Ao final da reunião, as Escolas e Creches receberam um “CD” de músicas variadas e uma apostila, “MÚSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL” com o conteúdo trabalhado na reunião, além de muitas atividades para serem desenvolvidas com as crianças.


        
               Quando oferecemos música e um ambiente sonoro em diferentes situações, permitimos que bebês e crianças iniciem, intuitivamente, seu processo de musicalização. Escutando os diferentes sons de brinquedos, dos objetos, do ambiente e do próprio corpo, há observação, descoberta e reações, mesmo nos bebês: observe como o tipo de música no berçário resulta em tranqüilidade ou agitação.
              Vivemos em um ambiente sonoro rodeado de objetos também sonoros, inclusive nós mesmos! Tudo o que ouvimos é um objeto sonoro; é ótimo brincar com as crianças sobre o que elas estão ouvindo, de como podem produzir sons, cantar e acompanhar uma música através de instrumentos que elas próprias ajudaram a confeccionar.

http://blog-seceduca.blogspot.com.br/2012_04_01_archive.html

MAIS UM LINK 

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...